Alimentos que soltam o intestino preso dos bebês

O bebê sofre um período de adaptação à mudança de alimentação de nutrientes da mãe e seu leite materno. Durante alguns meses, é normal uma total desregulação intestinal e os pediatras já orientam para esperar algumas mudanças. O sistema digestivo do bebê é frágil e delicado, e uma mudança na dieta pode ser drástica para as fraldas. Mas nada de pânico.

Trocando a fralda do bebêAntes de buscar alimentos indicados para regular o intestino da criança, os médicos oriental uma observação da rotina do bebê. Cada criança tem seu próprio ritmo e os alimentos vão ajudar a regular isso. Tanto intestino preso como solto são comuns em bebês. Para as crianças em que a defecação está com um hiato mair que o normal, alimentos naturais podem fazer toda a diferença.

O mais indicado pelos pediatras é o mamão, uma fonte natural de fibras e ótimo auxiliar até mesmo nos adultos para soltar o intestino. Em igual pedida temos a laranja, seja em suco ou ingerida crua mas com o bargaço, a ameixa preta em pouca quantidade para não soltar demais e banana do tipo nanica.

Os vegetais cozidos podem ajudar bastante com o problema do intestino preso em bebês, como o brócolis, o couve flor, o feijão. Farelo de trigo na papinha também é uma dica mais saborosa para o paladar infantil.

Meu bebê está com intestino preso mesmo?

Um bebê normal evacua de seis a oito vezes por dia ao longo dos três primeiros meses de vida. Isso vai diminuindo com o tempo, ficando em um gasto médio de quatro fraudas por dia. Com o tempo e o começar a andar, a criança já vai ficando mais regulada e pode ir para apenas três vezes. Mas menos que isso em seu período respectivo é considerado um intestino preso.

No geral, a regulação da dieta ajuda. Quando não é o caso, a criança começará a reclamar de dores abdominais, e um médico deve ser procurado de pronto. A primeira indicação sempre é a mudança da dieta porque ela é a mais simples e mais saudável. Partir para a medicação, apenas em casos mais drásticos e quando o natural não fez efeito.

Os sinais de um intestino preso são claros na criança e indicação de que algo mais sério pode estar acontecendo. O choro é o mais clássico. Como a bebê não sabe reclamar de nada, ela não é como os adultos que choram apenas quando a dor é drástica. Bebês tendem a chorar quando algo anormal muda. Até mesmo uma diarreia simples pode causar choro intenso. Logo, as mamães não devem entrar em pânico no primeiro dia de intestino preso e poucas fraudas trocadas.

A mudança do leite materno para o leite é uma das principais causas de intestino frouxo ou preso nos bebês. Neste caso, busque indicação médica, mas mude de leite caso sinta uma mudança no fluxo intestinal. Tais produtos são mesmo uma questão de adaptação. Há quem curta mais alguns tipos de leite, e outros preferem marcas mais pesadas. Cada intestino de bebê se comporta de uma forma aos produtos do mercado.

Seja o primeiro a deixar um comentário nesta página!

Faça seu comentário