Como evitar estrias na gravidez

A gravidez costuma ser um período de inúmeras transformações no corpo da mulher. Para acomodar o bebê em formação, a pele expande-se rapidamente, o que deixa a futura mamãe mais propensa a adquirir estrias durante a gestação. Por isso, prevenção é a palavra chave para que as mamães tanto de primeira como de outras viagens fiquem livres dessas lesões que tanto incomodam as mulheres.

Estrias na gravidezEstrias são cicatrizes provocadas pelo crescimento rápido de alguns órgãos do corpo, esticando a pele excessivamente, como o que acontece durante a gestação. Com isso, rompem-se as fibras de colágeno e elastina, surgindo lesões avermelhadas ou róseas, que ficam brancas com o tempo, mas que são permanentes.

Especialistas apontam que as principais causas para o surgimento de estrias durante a gravidez decorrem do aumento rápido do peso corporal. Alterações hormonais também podem colaborar para a sua formação. As estrias mais comuns surgem nos abdômen e seios, em geral a partir do sexto mês de gestação, pois os seios costumam aumentar de tamanho até quatro vezes, e a barriga em até dez.

Para que a gestante evite o surgimento dessas marcas permanentes, é essencial investir em cuidados preventivos diários. A dica é abusar da hidratação nos locais mais propensos às estrias, que são as coxas, nádegas, seios, pernas e barriga.

Prefira usar produtos que contenham na sua formulação as seguintes substâncias: óleos vegetais, vitamina E, elastina, colágeno, lactato de amônia e uréia (máximo de 3%). Uma dica eficaz é aplicar óleos corporais de amêndoa ou semente de uva durante o banho, que evita a perda de umidade natural da pele.

Depois do banho, procure passar creme ou loção hidratante duas vezes por dia nos seios (menos nos mamilos, que devem ficar resistentes para amamentar), barriga, glúteos e coxas. Os produtos mais eficazes contra as estrias são os que possuem macadâmia, abacate, semente de uva ou óleo de amêndoas. Mas antes de usar qualquer produto, consulte o médico para que verifique se o produto não possui nenhuma substância que possa prejudicar o bebê em formação.

Outras dicas preciosas para evitar estrias durante a gravidez são: procure beber muita água diariamente (pelo menos oito copos grandes); incluir alimentos ricos em vitamina C em sua dieta, pois a substância ajuda o organismo a produzir proteínas e colágeno. Se puder, tenha um acompanhamento nutricional com especialistas.

Vale lembrar de que é preciso ter um controle de peso, por isso, o ideal é que a gestante engorde no máximo até 12 quilos durante os nove meses. O inchaço também faz a pele esticar rapidamente, por isso, sessões de dermotonia ou drenagem linfática ajudam a melhorar a circulação nos vasos sanguíneos.

Atenção também para as roupas usadas durante a gravidez, em especial os sutiãs, que devem ter bojos e alças de sustentação, para que ofereçam sustentação para o aumento de peso nos seios que crescem rapidamente nesse período. Vale lembrar que é importante para a saúde tanto da gestante como para o bebê evitar situações estressantes durante a gravidez.

Se mesmo com todos esses cuidados as estrias aparecerem, elas podem ser tratadas com procedimentos a laser ou ácidos, que costumam amenizar cerca de 70% desse problema que atinge grande parte das gestantes.

Seja o primeiro a deixar um comentário nesta página!

Faça seu comentário